Retrospectiva do mercado financeiro: 2021.

Mais um ano finalizando, e um ótimo momento para analisarmos a retrospectiva, principalmente do cenário do mercado financeiro, de 2021!

No entanto, a retrospectiva é um caminho para aprender com o passado e planejar para o ano seguinte.

A partir disso, iremos analisar os cenários que se passaram no ambiente econômico do Brasil neste ano de 2021.

O que aconteceu na economia do Brasil?

A princípio, a economia do Brasil sofreu fortes emoções durante o ano.

O principal fator negativo foi o aumento da inflação, o índice sofreu fortes oscilações…Na sequência o aumento desenfreado do preço da gasolina.  

Aliado a isso, o PIB (Produto Interno Bruto) teve um desempenho abaixo do esperado.

Como consequência disto o desemprego ficou em alta, e muitas famílias endividadas e com a renda mensal abaixo do esperado. 

Ademais, a bolsa de valores teve recorde histórico e depois uma queda histórica.

Em virtude desses acontecimentos, muitos gostariam de esquecer o ano de 2021, por motivos de perdas, recessões, coronavírus, economia e etc…

No entanto, olhar para a retrospectiva econômica nos traz bastante aprendizado. 

Fatos que marcaram o mercado financeiro em 2021.

Contudo, tivemos alguns fatos que marcaram com mais relevância o mercado financeiro neste ano de 2021.

  • Inflação: como consequência da pandemia, a inflação brasileira teve alta e deve fechar acima de 10%, bem acima da meta do governo.
  • Vacinação: em contrapartida, o Brasil teve um excelente avanço na vacinação do país, permitindo o avanço do consumo e a circulação da economia.
  • Aumento dos juros: o aumento dos juros é uma estratégia do governo para controlar a inflação, e com isso incentivar a redução do consumo.
  • PIB: o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) revela uma redução no crescimento do PIB brasileiro.
  • Bolsa de valores: nos últimos tempos o índice Ibovespa tem apresentado uma forte queda. A partir disso, os profissionais da área acreditam que essa queda se deve à noção de risco por parte do investidor.

Investimento em 2022.

Contudo, esses foram apenas alguns dos principais acontecimentos econômicos de 2021.

Os quais nos explicam de certa forma o desempenho dos seus investimentos.

A partir disso, é importante levar em conta a instabilidade econômica do país e considerar os investimentos mais seguros, como por exemplo a renda fixa.

A Ulend, uma fintech de crédito, apresenta investimentos com a segurança da renda fixa, porém com uma rentabilidade maior para os investidores!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.