Retorno presencial dos escritórios

O retorno do trabalho presencial já é realidade para muitos escritórios. No entanto, se tornou um desafio para alguns mas alívio para outros…

Não obstante, as pessoas já estavam acostumadas com a vida cotidiana presencial nas empresas.

Porém, como consequência da pandemia, algumas delas se viram obrigadas a trabalhar a distância.

Desse modo, as pessoas ficaram mais isoladas socialmente.

Entretanto, a readequação ao convívio social é um dos grandes desafios das empresas e lideranças atualmente.

Visto que muitos ficaram esses dois anos de pandemia online, e não necessitaram do uso do escritório durante o período.

Contudo, muitas empresas estão se vendo na necessidade de aumentar ou realocar o seu escritório.

Como uma forma de se encaixarem melhor neste “novo normal”.

Momento da pandemia

Todavia, no momento da pandemia as empresas tiveram que adotar medidas mais flexíveis.

Pois, as empresas se viram obrigadas a acatar estratégias emergenciais de isolamento.

Consequentemente novas políticas de trabalho, uma vez que as relações passaram a ser virtuais.

No entanto, em alguns casos também tiveram que providenciar auxílios residenciais.

Por outro lado, as empresas ficam isentas de alguns gastos presenciais, como conta de luz, refeitório, energia e etc.

Além dos colaboradores ficarem com o seu tempo poupado do trânsito até se locomoverem ao trabalho.

A partir disso as pessoas ficaram com mais horas “livres” e conseguiram otimizar melhor o seu tempo.

Porém muitos trabalharam até mais do que devia…

Em alguns casos, até prejudicando a sua saúde mental por não conseguir dividir o pessoal do profissional.

Retomada do trabalho presencial

Agora, com o avanço da vacinação e o início do fim da pandemia, muitas empresas se preparam para a retomada do trabalho presencial.

Vale adicionar que também cabe a liderança ser responsável por reconectar as equipes.

Com intuito de engajar os colaboradores e fazer com que todos se sintam confortáveis em um novo lugar corporativo.

Mas ainda existem alguns desafios precisarão de uma atenção especial, como por exemplo:

Se adaptar às relações humanizadas.

Apesar das relações virtuais serem até parecidas com as físicas, ainda falta o tom das relações humanizadas.

Ainda mais quando se trata de pandemia, em que muitos colaboradores podem estar retornando de um momento de dor e angústia.

No entanto, basta a equipe e a liderança mostrarem empatia e respeito ao próximo.

Principalmente no momento da reintegração com o ambiente corporativo. 

Alternativas para enfrentamento de problemas como burnout.

O desgaste emocional ocasionado pelo trauma de tanto tempo de confinamento, desencadeia diversos problemas…

Um deles é o acúmulo do cansaço mental, originado da tensão, medo ou abundância de tarefas.

No entanto, os colaboradores devem ter cuidado com o ritmo de trabalho, e a liderança com a delegação de atividades.

Com isso, considerar e ter empatia com a diferença do home office e o ambiente corporativo.

Como garantir um retorno presencial saudável?

Apesar do avanço da vacina e o fim da pandemia, é importante garantir que o retorno presencial seja praticado de uma forma saudável.

Por isto a empresa deve investir em um escritório acolhedor, que seja atrativo e cuide da saúde mental dos colaboradores.

Vale adicionar que reforçar o sentimento de pertencimento também conecta melhor as pessoas.

Outro ponto a ser considerado é a inserção de medidas de segurança efetiva.

Dessa forma, como uma maneira de melhor conciliar as agendas individuais com os objetivos da empresa, o modelo híbrido se destacou no mundo corporativo!

Pois os colaboradores não perdem a interação e aprendizagem do ambiente físico.

Por outro lado, eles conseguem ter uma melhor otimização do tempo e acabam gerando menos custos para a empresa.

Contudo, o modelo acaba sendo benéfico tanto para a empresa quanto para o colaborador.

A Ulend, uma fintech de crédito, já adota o modelo híbrido!

E pensando em melhorar a saúde de seus colaboradores a fintech investe em um novo escritório.

Portanto, com uma proposta de ser um ambiente acolhedor em que o colaborador consegue conciliar a sua saúde mental.