Como se preparar para os gastos do começo de ano?

O começo de ano já vem com inúmeros gastos e impostos, e muitas pessoas não sabem como se preparar para essas despesas.

Para muitos o início do ano é momento de renovação e criação de novos objetivos…

No entanto, existem os que não se planejaram financeiramente, e podem ser pegos de surpresa com algumas contas a pagar.

Visto que os brasileiros se deparam com gastos e impostos inevitáveis nesta época do ano. 

Segundo uma pesquisa feita pelo SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) em parceria com a CDNL, 48% dos brasileiros não controlam o próprio orçamento.

Consequentemente, afirmam não ter feito um planejamento financeiro para arcar com as despesas anuais. 

Quais os principais gastos de começo de ano? 

O ano mal começou e já traz alguns principais gastos de começo de ano…

IPTU

O Imposto Sobre Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) geralmente é enviado entre Janeiro e Fevereiro. 

Entretanto, esse gasto trata-se de um encargo anual que incide sobre todos os proprietários do Brasil, tanto no quesito de terrenos como imóveis. 

Vale adicionar que este tributo é responsabilidade dos municípios, então basta a prefeitura de cada cidade determinar o seu valor final.

Todavia, ele tem como base o valor venal do imóvel, ou seja, quanto ele iria valer caso fosse colocado à venda. 

Contudo, cada prefeitura define até quando pode ser pago.

IPVA

O Imposto sobre Veículos Automotores (IPVA) também é um tributo anual, em que os proprietários de carros devem pagar no começo do ano.

Assim como o IPTU, o IPVA tem como base o valor de venda do veículo, o qual é definido pelo Estado em que está registrado. 

No entanto o valor varia para cada modelo-ano, e é atualizado anualmente no site das secretarias da Fazenda do Estado.

Vale lembrar que a data de vencimento de cada parcela varia de acordo com o número final da placa do veículo. 

DPVAT

O Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores Terrestres é um seguro obrigatório que indeniza as vítimas e famílias no caso de um acidente de trânsito. 

Contudo, em 2022 o CNSP (Conselho Nacional de Seguros Privados), aprovou a manutenção do prêmio zero para o DPVAT.

Com isso, ele não será mais cobrado pelo motorista!

Matrícula Escolar 

Não podemos esquecer da matrícula escolar e a compra de novos materiais, os quais são gastos clássicos de janeiro. 

Além da mensalidade, as escolas particulares costumam cobrar taxa de matrícula. 

Infelizmente não há muito espaço para negociação nestes valores…

Mas fazer a lista de material escolar de uma forma econômica já pode aliviar essas despesas.

O Procon realizou uma pesquisa que mostrou uma variação de preço de até 380% nos materiais escolares.

Com isso, é preciso ter atenção na hora de escolher os produtos escolares.

Seguros

Vários seguros contratados, seja ele de vida, automotivo, para celulares, de casa, ou qualquer outro, sofrem renovações anuais…

Dessa forma, vale a pena ficar de olho na sua apólice e se planejar para arcar com as taxas. 

Reserva emergencial 

Todo começo de ano é super importante separar uma quantia de dinheiro para a sua reserva emergencial.. 

Contudo, ela não precisa necessariamente ficar parada em sua conta corrente. 

Você pode investir em ativos financeiros com alta rentabilidade e a segurança da renda fixa, como é na Ulend.

Em que o investidor consegue ter alta rentabilidade e ainda garantias reais em seus investimentos.

Para começar a investir na Ulend basta realizar o seu cadastro e começar a investir!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.