Tripé de investimento: entenda o que é.

Tripé de investimento: entenda o que é.

Tripé de investimento

Investir é uma empreitada que requer muito cuidado, independentemente do contexto em que realizemos esta atividade. Cada decisão tomada, deve conter iguais medidas de segurança e cautela. Seja na contração de um empréstimo para melhorar a sua empresa ou na compra de uma ação. Os aspectos implicados no tripé de investimento permitem que este equilíbrio seja alcançado.

Baseado em liquidez, segurança, risco e rentabilidade, ele serve como base para investir de forma mais consciente. Os três fatores mencionados sempre estarão implicados nos investimentos. É por isso que são considerados como os elementos mais relevantes para escolher aplicações financeiras e aportes de modo assertivo.

Tão importante quanto isto, é o fato de que ele ajuda o investidor a evitar riscos. Afinal, sabemos que estes podem afastá-lo dos seus objetivos financeiros e até mesmo fazer perder capital. O tripé leva você a considerar melhor as coisas, de modo a evitar os principais erros que levam ao cenário de perdas. Como dissemos, há três bases para o conceito, você entenderá melhor o que cada alicerce oferece a seguir.

Entenda os elementos que compõem o tripé de investimento:

1. Liquidez

A liquidez trata da rapidez com que você consegue recuperar o seu investimento transformando-o em dinheiro. Quando este parâmetro é alto, significa que o resgate para uso ocorre de forma mais simples. Você pode, assim, decidir se prefere ter o valor em mãos quando realizar a avaliação de riscos.

Se uma liquidez é baixa, por sua vez, o investimento pode se tornar um problema. O que ocorre neste caso, é que você não poderá retirar o dinheiro para uma emergência, por exemplo. A grande questão é que transformar este investimento em dinheiro leva tempo.

2. Segurança ou risco

Outro parâmetro de extrema importância para o tripé é a segurança ou risco. É onde determinamos se aquilo que o investimento oferece vale a pena e se está de acordo com nossas expectativas. Trata-se de um fator que nos leva diretamente à próxima base.

3. Rentabilidade

Sabemos que a rentabilidade é o que todo investidor deseja alcançar como resultado. Existe, contudo, uma relação estreita entre o risco e o retorno do investimento: ambos crescem paralelamente. O importante é encontrar o equilíbrio entre segurança, risco e a rentabilidade desejada.

Descubra a importância deste conceito para os seus investimentos:

Embora não seja possível um único investimento atender as 3 bases do tripé satisfatoriamente, o conceito promove uma visão holística. Ou seja, você passará a enxergar os diferentes itens da sua carteira como potenciais correspondentes dos conceitos que abordamos. Com a diversificação, você terá garantia de boa liquidez, segurança e riscos calculados para aumentar a rentabilidade.

Ademais, a carteira não deve ser apenas balanceada, mas balanceada de novo, conforme a necessidade. Um erro comum que muitos investidores cometem, é imaginar o retorno de uma aplicação com base principalmente em rendimentos passados. O grande problema é que isto não serve como garantia suficiente para o futuro.

O melhor é tomar por base os conceitos que fazem parte do tripé de investimento. Dessa maneira, será feito um gerenciamento de riscos inteligente e você poderá ter maior embasamento para tomar suas decisões.

Quer uma boa dica de investimento? Que tal experimentar o P2P Lending? Se você planeja tomar empréstimo ou colocar seu capital nesta iniciativa, aproveite para se cadastrar em nosso site.

Caso tenha alguma dúvida, é só comentar aqui embaixo.

Laís Pizzingrilli

Deixe uma resposta

Facebook
LinkedIn
Instagram