Renda fixa ainda vale a pena?

Renda fixa ainda vale a pena?

Renda Fixa

Afinal, será que renda fixa ainda vale a pena no âmbito do mercado de investimento? Apostamos que em algum momento de sua trajetória de investidor você já se fez esta pergunta. 

Então, seja você um investidor veterano ou em estágio inicial, a resposta é sim, por um motivo muito simples: a renda fixa é uma modalidade de investimento que garante segurança ao investidor, bem como a certeza de que ele receberá, em breve, um retorno certo, calculado, no que se refere as suas aplicações financeiras. 

E para saber porque a renda fixa ainda vale a pena, continue a leitura.

O que é renda fixa?

Como dissemos anteriormente, a renda fixa é uma forma de aplicação ou investimento cujo formato de rendimento é calculado previamente, ou seja, o investidor sabe exatamente quanto será o seu rendimento daqui a um ano, dois anos, três anos e assim por diante.

Difere, portanto, da renda variável, cujo rendimento é desconhecido pelo investidor na hora de realizar a aplicação financeira. Um exemplo claro nesse sentido são as ações comercializadas na bolsa de valores. Pode o investidor tanto ganhar como perder rentabilidade em suas ações, a depender do comportamento do mercado.  

Alguns exemplos de aplicações em renda fixa são: títulos públicos federais, caderneta de poupança, fundos de investimento em renda fixa e Peer-to-Peer lending (P2P).

Principais vantagens em aplicar em renda fixa

Como vimos, a renda fixa se coloca hoje como uma boa opção para se investir. A seguir, conheça algumas de suas principais vantagens, algumas delas já elencadas brevemente neste conteúdo: 

– Garante a sensação de segurança ao investidor

– Garante previsibilidade ao investidor, ou seja, ele sabe exatamente qual será a sua rentabilidade no tempo programado por ele para retirar a sua aplicação financeira;

– Possibilidade de diversificação de aplicação em renda fixa, considerando haver mais que uma opção de aplicação existente no mercado. 

Uma boa aplicação de renda fixa atualmente é o P2P

Além das tradicionais formas de investir em aplicações de renda fixa, tem-se uma no mercado que vem se destacando, o P2P, que é também chamada de investimento coletivo. 

Consiste, simplificadamente, em um tipo de investimento em que o capital é direcionado para empresas ou pessoas que desejam colocar o seu negócio em fase inicial em funcionamento. Esse tipo de aplicação se baseia na economia compartilhada, que se ajuda.  

Segundo especialistas, o P2P é uma boa opção de investimento em renda fixa porque fornece rentabilidade atrativas, sendo, também, maiores que o CDB e o tesouro direto, por exemplo. 

Agora que conhece melhor o que é renda fixa e quais são as aplicações enquadradas nesse modelo de investimento, o que está esperando para realizar a sua aplicação? 

Caso precise de ajuda, não deixe de entrar em contato conosco. A Ulend conta com uma equipe de consultores especializada que pode ajudá-lo a alcançar os seus objetivos financeiros com maior velocidade e segurança.

Laís Pizzingrilli

Deixe uma resposta

Facebook
LinkedIn
Instagram