Quando a sua empresa necessita de um crédito?

Quando a sua empresa necessita de um crédito?

Quando tomar um crédito?

Tomar um empréstimo pode ser uma decisão muito importante para a sua empresa. É comum associar o crédito a algo negativo, especialmente para as pessoas físicas. Mas o que muitos não sabem é que o empréstimo também pode ser uma forma de investimento, trazendo mais retorno, potencial ou mais segurança para a sua empresa. Porém, a dúvida mais frequente sobre esse assunto é: quando a minha empresa necessita de crédito?

A fim de responder esse questionamento, resolvemos citar e explicar aqui alguns dos principais motivos para se tomar um crédito. Vamos lá?

Capital de giro

O capital de giro é um dos conceitos e uma das ferramentas mais importantes para qualquer empresa. Por isso, tê-lo no azul é fundamental para garantir que o negócio esteja em segurança e com um bom potencial para crescer no futuro.

Grande parte das empresas fecha por conta de problemas financeiros. Mais especificamente, segundo uma pesquisa do SEBRAE, metade das principais causas de falência envolve os problemas financeiros.

Ter o controle do capital de giro é fundamental para eliminar este risco.

De maneira bem direta, o capital de giro é aquele recurso que a empresa tem para gastar de forma rápida e imediata. É todo o ativo que a empresa tem que pode facilmente ser convertido em recurso para o pagamento de pendências.

Isso inclui, é claro, o dinheiro em caixa. Mas também inclui investimentos de alta liquidação, pagamentos a receber e outros.

Então, o capital de giro é importante, pois ele determina o quanto a empresa tem para gastar em determinado momento. Negócios que trabalham com uma margem menor se expõem ao risco financeiro. Por outro lado, empresas que têm um bom capital de giro, têm maiores garantias de se manter por mais tempo.

Isso porque, é o capital de giro que determina quanto tempo a empresa sobrevive, caso haja uma queda na receita. Em um país com tanta instabilidade e crises, esse conceito é primordial.

Por isso, um empréstimo para elevar ou manter o capital de giro é uma excelente iniciativa e um passo que pode ser essencial para a segurança da empresa.

Expansão

Muitas vezes, um negócio precisa expandir rapidamente. Chegou o momento certo e a oportunidade se apresentou. Seja uma ideia que surge no mercado ou um produto inovador, é preciso aproveitar a chance enquanto ela existe.

Neste caso, a empresa pode optar por um empréstimo para a expansão. Este deve ser visto como um investimento. Se é pego um crédito para expandir, este é um recurso que é gasto para receber um retorno maior no futuro. É a própria definição de um investimento.

A vantagem é que a expansão pode trazer o retorno tanto no longo prazo como no curto prazo, dependendo do escopo do projeto. Para isso, escolher um empréstimo com os melhores juros é fundamental para aumentar a margem de lucro.

Refinanciamento

o refinanciamento é a prática de pegar um empréstimo para cobrir outro. Se já foi pego um crédito, sua empresa pode optar por substituir essa dívida por outra mais barata, de modo a diminuir o seu impacto.

Para isso, a empresa precisa se certificar de que a linha para a qual ela está migrando é menor do que a linha anterior.

Felizmente, hoje em dia, existem formas mais vantajosas de conseguir empréstimos. Bancos, por exemplo, cobram juros muito altos, enquanto sistema de empréstimos P2P, ou ponta a ponta, tem juros mais baratos e condições mais acessíveis.

É uma excelente forma de conseguir os empréstimos que a sua empresa possa vir a precisar no futuro.

Quer conhecer mais como funciona? Entre em contato com a gente!

Laís Pizzingrilli

Deixe uma resposta

Facebook
LinkedIn
Instagram