Já é investidor? Mas sempre podemos rentabilizar mais!

Já é investidor? Mas sempre podemos rentabilizar mais!

Rentabilizar mais

Como o mercado é volátil, novas oportunidades surgem constantemente. Mesmo que você já tenha um bom portfólio, sempre poderá rentabilizar mais se estiver atento ao cenário.

Neste artigo iremos dar algumas dicas de ouro para lucrar ainda mais com seus investimentos.

1. Revisão constante do plano de negócios

Se você é investidor há algum tempo, sabe a importância de ter um plano. Nele devem conter as respostas pessoais para os três pontos principais do investimento: objetivo, prazo de rendimento e perfil de investidor.

Então nossa primeira dica é revisar esses pontos:

– Objetivos: estou perto ou longe do objetivo? Como posso atingi-lo mais rapidamente? Ou, agora que atingi, qual nova meta posso estabelecer?

– Prazo: os atuais prazos de retirada do dinheiro estão sendo satisfatórios? Vale a pena optar por outros produtos, diversificando ainda mais minha carteira?

– Perfil: meu perfil ainda é o mesmo de quando comecei a investir? Tornei-me mais conservador ou ousado ao longo do tempo? Nesse momento é melhor eu me arriscar mais ou me proteger?

É importante entender que embora esses três elementos sejam os pilares da sua estratégia, eles não são fixos. A tendência é vermos o mercado de maneira diferente conforme o conhecemos mais.

2. Estude a macroeconomia

Estar sempre de olho nas movimentações macroeconômica vai lhe deixar atento às novas oportunidades e, consequentemente, poderá rentabilizar mais. Quando o cenário muda, alguns perfis de investidores passam a se beneficiar, e outros nem tanto.

Investidores conservadores, que preferem a segurança, terão um lucro menor quando os juros estão baixos. Isso porque apostam em rentabilidades determinadas por um indexador econômico, como taxa Selic e inflação. Com isso, se quiserem lucrar mais, deverão buscar mais volatilidade.

Uma boa leitura do cenário macroeconômico fará você ver um horizonte diferente do qual estava acostumado.

3. Faça um reequilíbrio

Reequilibrar seus investimentos significa distribuir seu dinheiro de acordo com a proporção que você definiu quando você começou a investir. Se inicialmente você planejou colocar 50% do seu dinheiro em CDI, 30% em fundos e 20% em P2P Lending, você volta para essa configuração.

Ou seja, se o mercado de ações permitiu um bom lucro, você pode passar parte do lucro para outros produtos e manter os 20% em ações.

4. Não tome decisões exageradas ou impulsivas

Parece um conselho óbvio, mas podemos cometer esses erros com a plena certeza de que fazemos a coisa certa. Principalmente quando olhamos o mundo por uma única perspectiva, normalmente de um analista ou “guru das finanças”.

O mercado muda com frequência, mas ele nunca perderá seu dinamismo imprevisível. Uma regra básica de qualquer investimento é: não tome como realidade um acontecimento passado ou recente.

Ou seja, não é porque as ações de uma empresa tiveram uma elevação quando ela mudou a direção que isso poderá acontecer novamente.

5. Seja mais ativo

É muito difícil ter um lucro sólido e de longo prazo se nos mantemos na nossa zona de conforto. É preciso experimentar mais, conhecer, estudar, envolver-se no mundo das finanças para que você consiga rentabilizar mais. Não importa se você é um investidor de fundos ou um trader: seja ainda mais ativo.

O primeiro passo para melhorar é sempre aprendendo mais. Por isso continue lendo nossas postagens para ter mais dicas como essas!

Laís Pizzingrilli

Deixe uma resposta

Facebook
LinkedIn
Instagram