Garantias reais de investimento: Quais são as da Ulend?

Garantias reais de investimento: Quais são as da Ulend?

Garantias Reais

No momento de contratar um empréstimo, as instituições financeiras costumam exigir tipos de garantias reais de investimento. Ela tem a função de tornar o processo mais seguro para os investidores, bancos, empresas e financeiras. Assim, eles terão uma garantia de que receberão o valor emprestado, caso a empresa não honre com as parcelas do acordo.

Em um negócio P2P não é diferente. Esse modelo permite que empresas recebam créditos financiados de pessoas físicas sem a intermediação de bancos. Mas existem diferenciais em cada empresa, como a Ulend, na qual trabalha com várias formas de garantias reais de investimento. Confira!

1. Garantia de recebíveis:

Os recebíveis podem ser entendidos como contas a receber. Nessa modalidade, os recebíveis de uma empresa ficam à disposição da instituição financeira na qual o empresário obteve crédito. A empresa que solicita o empréstimo cede os direitos sobre os créditos presentes e futuros, decorrentes de transações efetuadas por meio da utilização de cartões de crédito ou débito.

Assim, o valor das vendas efetuadas em cartão são direcionados para uma conta bancária gerida pela instituição. Parte do recurso é utilizado para pagar a parcela do empréstimo. O que sobra é transferido para a conta da empresa.

2. Garantia de aplicação financeira:

Nessa forma de garantia, a Ulend aceita uma aplicação financeira do cliente como forma de garantir o empréstimo. Pode acontecer de uma empresa ter investimentos, mas preferir pegar crédito no mercado porque o investimento está com rendimentos elevados ou não tem liquidez.

Essa modalidade é interessante para aqueles que têm valores aplicados mas não querem ou não podem resgatar o montante a qualquer tempo.

3. Garantia de duplicatas:

Ainda é possível fazer uso de títulos de crédito como maneira de garantir um empréstimo. Mais especificamente, a empresa pode dar em garantia as duplicatas que tem a receber. Mas lembre-se, duplicata não deve ser confundida com boleto!

A duplicata está sempre vinculada a uma transação comercial e é uma prova do contrato de compra e venda entre as partes. Nela constam a data de vencimento do título e o valor a ser pago.

4. Garantia de imóvel:

Quem possui um imóvel pode utilizar o bem como forma de garantia ao solicitar crédito. Esse modelo de garantia é chamado de alienação fiduciária. O imóvel alienado pode ser tanto residencial como comercial. Ao optar por essa modalidade de empréstimo, o bem passa por uma avaliação física e jurídica.

5. Garantia de aval dos sócios:

Para empresários que possuem sócios, uma forma comum de garantia, mas não muito utilizada pela Ulend, é o aval dos sócios. Os sócios assinam o contrato como garantidores do empréstimo e se responsabilizam caso a empresa não arque com suas obrigações.

Escolhendo a melhor empresa P2P para contratar um empréstimo

Por fim, antes de contratar um empréstimo, pesquise as opções disponíveis no mercado. Analise as taxas de juros e a reputação da empresa que pretende contratar. Verifique também quais são os requisitos necessários para solicitar crédito.

No caso da Ulend, as taxas são até 60% menores do que em empréstimos tradicionais. Para contratar, o CNPJ precisa estar ativo há pelo menos 2 anos, sem restrição, e o faturamento anual deve ser superior a 500 mil reais.

Laís Pizzingrilli

Deixe uma resposta

Facebook
LinkedIn
Instagram