Crise econômica: o pior já passou?

Crise econômica: o pior já passou?

Crise econômica

A crise econômica costuma provocar uma série de fraturas na sociedade, a começar pelo crescimento em relação ao número de empresas que fecham em decorrência dela. Além disso, há aumento de desemprego e, com isso, as pessoas deixam de consumir, causando um efeito cíclico na economia. Afinal, como consumir sem dinheiro no bolso? Tais informações podem ser vistas com certa frequência nos meios de comunicação de massa.

Mas, então, a crise econômica pela qual o Brasil passa já ultrapassou sua pior fase? Esta é uma dúvida de muitos empresários e investidores, de um modo geral. Para conhecer a opinião de especialistas no assunto, continue a leitura.

A pior fase da crise econômica já passou, diz economista

A boa notícia para as empresas, e para aqueles que desejam investir, é que de acordo com uma entrevista feita pela CNN Brasil, com o economista Juan Jensen, que trabalha como consultor em uma empresa de economia, a pior fase da crise econômica já passou.

O pior momento para a economia brasileira ocorreu, conforme Juan Jensen, no final de março e início de abril deste ano, em decorrência, principalmente, da pandemia da Covid-19. É uma crise que já existia, alerta ele, mas que se acentuou com a chegada desse problema que é de larga escala.

O especialista aponta que em maio já houve uma melhora em relação à economia. Foi nesse mês, por exemplo, que as vendas do comércio varejista subiram 13,9%, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Isso é uma prova de que o Brasil está superando a crise e retomando o crescimento econômico.

Houve aumento das vendas no e-commerce

Outro ponto a se destacar, que demonstra que o Brasil está superando a crise, não vivendo mais, portanto, sua pior fase, são os números alcançados pelo e-commerce.

De acordo com a E-commerce Brasil, somente em abril deste ano, o mercado eletrônico obteve um crescimento de 81%, quando comparado com a mesma época do ano anterior. Isso significa que mesmo em casa, as pessoas continuaram realizando suas compras. No entanto, o mercado físico foi afetado. De todo modo, esse é um sinal claro de que o Brasil está retomando seu crescimento econômico.

As empresas que ainda não contam com uma boa presença no ambiente digital foram, sem dúvida alguma, afetadas pela crise econômica gerada pela pandemia. Este é um ótimo alerta para que elas invistam mais em sua presença digital, pois esse ambiente se mostrou resistente à crise.

Como vimos, o pior momento da crise econômica que o Brasil atravessa já passou. O mercado tem dado sinais de que o crescimento econômico está acontecendo. De certo modo, as políticas públicas de assistência social implantadas pelo Estado têm colaborado para isso. Com dinheiro no bolso, as pessoas podem consumir mais e, assim, garantir a sobrevivência das empresas.

Gostaria de ler mais conteúdos como este? Em caso de resposta positiva, não deixe de acessar nosso blog e se cadastrar em nosso site. Nele, estamos sempre publicando artigos que podem enriquecer mais seus conhecimentos e garantir o desenvolvimento sustentável do seu negócio.

Laís Pizzingrilli

Deixe uma resposta

Facebook
LinkedIn
Instagram